Uma coisa é fato: o setor de estética é um dos que mais crescem no Brasil, algo que não foi afetado nem mesmo com a crise que chegou ao país em 2014. Para se ter uma ideia, em 2016, o Brasil estava em terceiro lugar no Ranking de Maiores Consumidores de Produtos e Equipamentos de Beleza, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos. Por isso, muitos veem no segmento uma oportunidade de crescimento profissional, tendo como um exemplo de começo mais simples o salão de manicure, também chamado hoje de esmalteria.

Unhas bonitas, pintadas, decoradas, enfim. É difícil encontrar alguém que não goste delas bem feitas, não é mesmo? Diariamente, mulheres e, mais recentemente, homens – visto que o público masculino do setor não para de crescer – frequentam estes e outros locais em busca dos mais diversos cuidados estéticos.

Para você que está pensando se um salão de manicure é um negócio no qual vale a pena investir, a Brudine preparou este guia com 4 dicas para montar um ambiente completo. Com as ideias que trouxemos abaixo, você verá e poderá aplicar todo o conhecimento necessário para ter um salão de manicure pronto para atender públicos variados. Continue a leitura e entenda!

 

4 dicas para montar um salão de manicure

 

1. Investimento

É importante, antes mesmo de começar, que você tenha definido o valor que pretende e pode investir no seu negócio. Isso porque é a partir deste número que você poderá pensar nos próximos aspectos. É possível, por exemplo, começar a operação de um pequeno salão de manicure com um investimento de aproximadamente 3 mil reais.

No entanto, se o seu plano é oferecer a maior qualidade possível e expandir o público e a atuação cada vez mais, o custo será consideravelmente maior.

 

2. Produtos

Até mais que um salão de beleza especializado em cabelos, para um salão de manicure os produtos são indispensáveis. Busque sempre e tenha como prioridade na hora da aquisição a qualidade. Produtos ótimos te ajudarão a oferecer um serviço excelente. Confira abaixo uma lista com os produtos que toda esmalteria deve ter:

  • esmaltes (quanto mais cores, melhor);
  • removedor de esmaltes;
  • caixas de algodão;
  • lixas de pés e mãos;
  • lixas de unhas;
  • luvas descartáveis;
  • tesourinhas;
  • alicates para unha;
  • paninhos;
  • palitos.

Contudo, não se limite aos exemplos acima. Novidades que oferecem ainda mais qualidade e conforto aos clientes não param de surgir no mercado. Estar atento a elas pode ser uma grande ajuda e colocar o seu negócio a frente da concorrência.

 

3. Esterilização

Esta dica é uma extensão da anterior. Para aqueles produtos e equipamentos que não são descartáveis, você deve ter peças que os esterilizem. Afinal, clientes diferentes farão uso do equipamento. Após a esterilização, é importante ter também um local apropriado e livre de contaminações para armazenar os produtos.

Quando for comprar as ferramentas de esterilização, nunca deixe de conferir se ela possui seus certificados de qualidade e outros selos, como o do INMETRO.

 

4. Móveis

Mesmo que você tenha o espaço e todos os produtos necessários, é impossível ter um bom salão de manicure sem os móveis. Para garantir que o seu cliente esteja confortável durante todo o tempo do seu serviço, opte por linhas de marcas de qualidade.

A Brudine, por exemplo, conta com móveis diferenciados, perfeitos para todos os tipos de salão. Alguns de nossos destaques que podem ser citados são as cirandinhas, móveis fundamentais e indispensáveis em um salão de manicure.

Agora que você já sabe de tudo que precisa, pode ir em frente e montar o seu próprio salão de manicure. Gostou do texto de hoje? Continue por dentro acompanhando a Brudine no Facebook e no Instagram!